Como criar um e-book de sucesso



Sim, um e-book possui muitos benefícios, tanto para quem produz quanto para quem compra.


Não basta pegar o computador e começar a digitar. A criação do e-book necessita de uma pré-produção muito importante, a parte escrita bem-feita, um design atrativo e uma estratégia de divulgação massiva.


Mas não se desespere. O passo a passo para criar seu primeiro e-book está logo abaixo. Anote e coloque a mão na massa!


1. Quem é a sua persona?


Primeiro de tudo: para quem você quer vender seu e-book? Pode passar pela sua cabeça: “bom, para o máximo de pessoas possíveis”. Mas quem tenta vender para todo mundo corre o risco de vender para ninguém.


Como isso é exatamente o que queremos que não aconteça, é preciso saber para quem vender e entender quando vender. Para guiar esse passo é que existe a persona.


Persona é a representação semi-fictícia do cliente ideal. É baseada em informações reais de comportamento do público, ou seja, nada de vender a base de “achismos”.


Logo, é quem guiará toda a pesquisa, produção e divulgação do e-book.


Assim como uma pessoa de verdade, sua persona deve ter nome, idade, história de vida, motivações, sonhos, desafios, objetivos e suas maiores dores. Ainda em dúvida sobre como construir sua persona? Vamos construir um exemplo.


Imagine que você está fazendo um e-book com receitas de cupcakes para vender. Suponha que você já tem um site com visitas e uma página com fãs no Facebook. Utilizando dados do Insights e Google Analytics, podemos traçar o perfil do potencial comprador.


Maria Luiza, 40 anos, mora em São Paulo e trabalha como assistente administrativo. Maria é casada e têm dois filhos, de 4 e 7 anos respectivamente. Ela adora cozinhar, principalmente com seus filhos. Para complementar a renda, ela faz doces e salgados para vender no trabalho, mas sente que as vendas estão paradas. Ela também deseja aprender novas receitas, mas por conta da sua renda, não deseja investir em cursos caros.


Esse é só o começo da construção da persona. Mas já podemos ter uma ideia do que abordar no e-book.

Se você não possui uma audiência, precisa começar a construir uma. Aposte em grupos nas redes sociais, observe seus concorrentes com cuidado e faça parte de comunidades que se interessam pelo mesmo assunto do seu futuro e-book.

Tudo isso ajudará a criar um e-book mais certeiro possível e divulgá-lo para as pessoas com maiores chances de efetivar a compra.


2. Defina bem o tema do e-book


Essa é uma das etapas mais importantes do processo de criação de um livro, qualquer que seja ele, principalmente para quem quer ganhar dinheiro na internet com a comercialização do material. 


Escolha sempre um tema com o qual você possui afinidade e tenha conhecimento profundo. Escolher um tema no qual você seja um especialista, é fundamental, pois você precisa transmitir credibilidade para seu leitor.


É muito importante também encontrar um nicho de mercado que tenha um tamanho suficiente para garantir um volume satisfatório de vendas.


Escolhido o nicho, é hora de escolher qual tema será abordado no e-book. Como você deseja vendê-lo, é preciso ser certeiro nessa escolha. Afinal, o material do e-book precisa ser o mais completo possível.


Se você não tem noção sobre o assunto, pesquise seus potenciais concorrentes e as tendências no Google Trends. 

Pensando na nossa persona acima, vamos pesquisar cupcakes no Google Trends para descobrir o que as pessoas estão pesquisando sobre.


No Trends, você pode ver dois resultados principais: Assuntos relacionados, que mostra assuntos que as pessoas que pesquisam por cupcake se interessam, e Consultas relacionadas, que mostra o que as pessoas pesquisam quando procuram por cupcakes.


Você pode filtrar de duas formas, por Principais e Em ascensão, sendo o último ótimo para datas sazonais (feriados e datas comemorativas).


3. Organize e estruture os tópicos do livro


Decida quais são os principais tópicos dentro do tema que você escolheu. Faça um esboço sobre cada um deles e organize os capítulos de forma a dar compreensão ao seu texto.


É importante fundamentar suas ideias, por isso faça uma boa pesquisa na internet sobre o que já foi escrito e o que há de mais novo na discussão do tema sobre o qual você quer falar. 


Pesquise os assuntos sobre os quais o seu cliente se importa, e a partir deles defina seu conteúdo. 


Ferramentas de pesquisas de palavras chave, como o Google Keyword Planner, podem ajudar bastante na seleção dos tópicos. Elas ajudam você a entender os interesses do seu público alvo, assim você conseguirá organizar seu conteúdo com mais eficiência.


4. Ilustre seu e-book com fotos


O uso de imagens favorece a leitura e deixa o e-book mais interessante. Você tem duas opções de utilizar fotos no seu livro digital, sem ter um custo alto. 


A primeira é optar pelo uso de imagens de seu arquivo pessoal, o que não lhe renderá problemas com direitos autorais.


A segunda hipótese, é partir para os bancos de imagens. Na internet, há inúmeros bancos de imagens disponíveis, e vários deles têm preços acessíveis, sendo que alguns são gratuitos. Alguns sites onde achar boas imagens para seu e-book:


  • ShutterStock: site de buscas que reúne milhares de fotos de uso royalty free a preços acessíveis para ilustrar seu ebook

  • Public Domain Photos: oferece mais de 5.000 fotos e 8.000 ilustrações para uso gratuito

  • Free Digital Photos: oferece também um plano pago, para quem precisa de imagens em alta resolução

  • Every Stock Photo: reúne mais de cinco milhões de fotos obtidas em diversos bancos de imagens


5. Escolha o formato do seu e-book (PDF ou Epub)


A principal diferença entre os dois formatos diz respeito à adaptação dos textos à tela do leitor. 


Um e-book com o formato Epub é reflowable, ou seja, oferece a possibilidade de adaptação do texto e tamanho da fonte automaticamente à área de visualização disponível. 


Aqueles disponibilizados em PDF, no entanto, mantêm sempre o mesmo formato da versão impressa, seja qual for a área de exibição.


Funcionalidades dos arquivos Epub:


  • Possibilitam o redimensionamento de textos e a alteração da fonte;

  • Permitem a busca por palavra e a inserção de destaques;

  • É possível mudar de página a partir do toque;

  • Ideais para e-books mais simples, sem muitas imagens


Funcionalidades dos arquivos PDF:


  • Reproduzem com exatidão o modelo da página impressa;

  • Permite ampliar ou reduzir a página, para melhor visualização do conteúdo;

  • A barra de navegação pode ser utilizada para folhear as páginas;

  • Ideais para ebook mais complexos, em que o número de imagens é significativo e o formato é mais complexo;


6. Dedique-se à formatação


A diagramação e editoração de e-book farão diferença. Além de estar bem escrito, seu livro precisa ter um bom acabamento, o que dará um ar mais profissional à obra. 


Como a intenção é ganhar dinheiro com o livro, e caso você não domine ferramenta de formatação e diagramação, analise a possibilidade de contratar um profissional para executar a tarefa. 


Com relação às despesas com a diagramação de um livro comum, os custos com um e-book serão bem menores. Uma boa apresentação vai elevar a imagem do seu livro. Você encontrará bons profissionais freelancers em sites como o odesk.com ou o workana.com.


Porém, é perfeitamente possível diagramar um e-book sem ser um profissional ou contratar um. Continue lendo que abaixo você verá uma lista de ferramentas para diagramar seu e-book.


7. Registre a sua obra


Se a intenção é comercializar o seu e-book, é importante registrar o trabalho na Biblioteca Nacional. 

Assim você terá o ISBN, sistema de identificação que inclui os dados de autoria, e ficará mais seguro com relação aos direitos autorais. As informações para o registro podem ser obtidas no site oficial da Biblioteca Nacional, no link http://www.bn.br/.


8. Escolha uma plataforma de distribuição


Uma vez que seu livro esteja pronto, chegou a hora de definir:


  • Como entregar meu e-book após a venda?

  • Como receber pagamentos pela internet?

  • Como garantir a segurança do meu -ebook na internet?


Para resolver estas questões, o ideal é escolher uma plataforma de distribuição de produtos digitais, como a Hotmart por exemplo. 


A plataforma deve prover todas as ferramentas e infraestrutura para que você não tenha que se preocupar com todos os pequenos detalhes do processo de venda. 


Se estiver em dúvidas, converse com os melhores info empreendedores e pergunte a eles qual a plataforma de distribuição eles usam.


9. Tenha cuidado com a ortografia


Ótimo! Você terminou de criar seu primeiro e-book, agora tenha a preocupação de fazer uma revisão cuidadosa do texto. 


Se for preciso, contrate um editor, para verificar se há erros gramaticais. Para que sua obra ganhe credibilidade e tenha uma repercussão positiva, é fundamental que ela esteja bem escrita, que suas ideias sejam compreensíveis e que o português esteja correto.


10. Defina o preço do seu produto


Conforme nós falamos no início do texto, o e-book serve para os diferentes estágios do seu funil de venda e pode, inclusive, ser seu produto principal.


Geralmente, um e-book usado para a atração de leads, também conhecido como “isca digital”, é distribuído gratuitamente, em troca das informações de contato de quem faz o download.


Por motivos óbvios, essa estratégia não tem retorno financeiro imediato. Você precisará nutrir um relacionamento com esses usuários, se quiser convencê-los a fazer a compra. Apesar disso, esse modelo tem mostrado excelentes resultados para os empreendedores que desejam ter um negócio de recorrência.


No caso do seu e-book ser o seu produto principal, o preço dele dependerá do valor que você entrega para a sua audiência.


Na maioria dos casos, os preços variam entre R$47 e R$97. Se seu conteúdo é de alto valor agregado, equivalente a um curso sobre um assunto, sinta-se à vontade para colocar um valor acima do que é cobrado no mercado.


11. Escolha a plataforma de distribuição


Uma vez que seu livro esteja pronto, chegou a hora de definir:


Como entregar meu e-book após a venda?

Como receber pagamentos pela internet?

Como garantir que meu conteúdo não será replicado por terceiros?


Para resolver questões como essas, o ideal é escolher uma plataforma de distribuição de cursos online.


A plataforma escolhida deve prover todas as ferramentas e infraestrutura para que você não tenha que se preocupar com todos os detalhes do processo de venda, e possa focar na criação de um produto de qualidade.


Se estiver em dúvidas, entre em contato com outros infoprodutores e pergunte a eles qual o serviço que eles usam/recomendam.


A Hotmart, por exemplo, é uma plataforma segura e gratuita de distribuição de produtos digitais:


12. Divulgue seu e-book


Monte estratégias para difundir seu trabalho. Lembre-se de privilegiar os canais nos quais sua audiência está. Dicas para dar publicidade ao e-book


Redes sociais

Divulgue seu trabalho no Facebook, Instagram, Youtube e qualquer outra rede social que seu público-alvo faça uso. Não se esqueça de deixar o CTA claro para que seus seguidores baixem ou adquiram seu e-book.


Parcerias


Entre em contato com sites que disponibilizam conteúdo relacionado ao tema do seu e-book e ofereça artigos para publicação, conhecidos também como guest posts. Essa estratégia também é boa para fortalecer seu domínio, o que é bom para futuros lançamentos.

Blog


Crie um blog sobre o tema do seu e-book, para montar uma rede de contatos com interessados no tema, e utilize a ferramenta para comercializar seu livro.


Programa de Afiliados


Por meio de programas de Afiliados, você pode oferecer uma comissão a qualquer pessoa que vender seu e-book, e ainda definir qual o valor dessa comissão.


Email marketing


Construa uma lista de emails de pessoas interessadas em seu conteúdo. A partir daí, você poderá se comunicar com seu público diretamente e promover seu e-book.


Landing page


A landing page é ideal para dar destaque para seu conteúdo e facilitar a vida dos usuários que desejam baixar seu material. Mas não se preocupe, pois hoje existem várias ferramentas gratuitas para a criação de landing pages para pessoas que não têm conhecimentos de design ou programação.


Links patrocinados


Se você ainda não tem tráfego relevante no seu blog, sugerimos utilizar links patrocinados para dar visibilidade ao seu ebook. Essa técnica consiste, basicamente, em pagar a rede de pesquisa de buscadores, como o Google, para exibir anúncios que direcionam para sua landing page. Aproveite para ler nosso post sobre publicidade paga.


BÔNUS: Ferramentas para criar um e-book


Com o conteúdo pronto e revisado, é hora de diagramar o e-book. Após essa etapa, ele estará pronto de vez para ser lançado no mercado!


Confira três ferramentas que irão dar a cara profissional que seu produto precisa e merece ter:


Canva


O Canva é uma ferramenta de design disponível na versão web, iOS e Android. O grande destaque fica pelos templates pré-definidos, inclusive para ebooks nos mais diversos tamanhos, facilitando e muito o processo de diagramação.

Alguns recursos do Canva são:


  • Milhares de imagens gratuitas e pagas do seu banco de imagens;

  • Design de capa de capa e páginas pré-definidas;

  • Formas, ilustrações e ícones gratuitos;

  • Fontes e formatos de textos diferentes.


Adobe Illustrator


O Adobe Illustrator faz parte do Pacote Adobe e é a ferramenta mais utilizada por designers profissionais. Se você não está familiarizado com a ferramenta, procure por tutoriais antes.


O Illustrator é o programa mais avançado para criação de e-books, com elementos gráficos profissionais. Mas, é uma ferramenta paga, com planos a partir de US$ 19,99 por mês, mas com um período de 30 dias gratuitos.


PowerPoint

Por fim, você pode utilizar o PowerPoint para fazer seu e-book. Com essa ferramenta, você pode baixar templates ou construir o seu de forma simples. Lembrando que usuários Windows possuem o PowerPoint no Pacote Office.


Fonte: Hotmart

1 visualização

Entre em Contato

capturadigital@yahoo.com

© 2019 por Captura Digital. Orgulhosamente criado com Wix.com